FANDOM


MargaritaGift

Margarita com Gift em mãos

Assassinatos em Série de Toragay, popularmente conhecido como Epidemia Misteriosa de Toragay, é o nome dado à série de envenenamento via “Gift”, feito por Margarita Blankenheim, marquesa da cidade de Toragay no Reino de Elfegor.

HistóriaEditar

OrigemEditar

Em Junho de EC 608, logo após seu casamento com Marquês Caspar, Margarita descobriu as motivações econômicas de seu marido, e que este a trai com outras mulheres. Por essa razão, Margarita sucumbiu a uma depressão. Depois, a esposa é apresentada para a parceira de negócios de seu marido, Mayrana Blossom, que se apresentou como "Erluka Clockworker". As duas mulheres logo se tornam melhores amigas.

Margarita é chamada para a organização de sua amiga, Père Noël, ganhando o título de "Terceira Princesa do Sono". Em EC 609, a tarefa de descobrir uma cura para a epidemia de “Gift” é dada a Margarita, para então Père Noël dominar o mercado negro. Mayrana também deu outra tarefa a sua amiga: desenvolver um “Gift” transportado pelo ar a partir do terceiro protótipo da droga.

As Primeiras VítimasEditar

Em cerca de 30 de Agosto, Margarita desenvolveu um quarto protótipo de “Gift”. Para testar o veneno, ela o misturou com geleia e o deu para Kaspar. A noite, Kaspar e Eleanor, amante do marquês, comeram a geleia envenenada e logo depois morreram na cama. A morte de Caspar foi atribuída a cigarros.

Margarita desenvolveu um quinto protótipo de “Gift”. Em 18 de Setembro, Margarita deu a geleia envenenada a Marx Felix, seu pai, que entrou em coma.

SuspeitasEditar

Aproximadamente no mês de Outubro, Margarita recebeu a visita de uma jornalista chamada Hanne, e depois de muitas perguntas relacionadas a "Erluka", Kaspar e os eventos que estavam ocorridos no passado, Margarita a convidou para a sala de jantar, onde por acaso ela matou seu pai. Curiosa para saber da história, a jornalista a questiona sobre Marx e sobre Margarita ter um contrato com um demônio, ela ri, conduzindo Hanne pelos cômodos. Uma porta entreaberta em especial despertou curiosidade da jornalista e ali se escondia o laboratório aonde Margarita fazia seus “Gift”.

Cidade FantasmaEditar

Depois da visita a mansão, Hanne foi à farmácia La Bula entrevistar a gerente Rita Flohn. Voltando para a pousada onde estava hospedada, Hanne se surpreendeu quando a estalajadeira, Brigitta, entregou um pote contendo um líquido vermelho que segundo ela foi um presente para Hanne de uma mulher encapuzada, a jornalista leva então para o Doutor Rogzé para analisar o conteúdo.

Quase no meio de Outubro, Margarita termina de desenvolver seu sexto protótipo de “Gift”; Paralelamente a isso, Bruno é contratado para assassinar Hanne e sua assistente Heidemarie. Mais tarde no mesmo dia , todas as crianças da creche e Rita, a gerente, morreram em coma por causa de uma toxina. Ainda mais tarde, Hanne recebe a resposta sobre o pote que foi dado a ela na pousada, era veneno diluído em sangue. A polícia foi atrás da assistente de Hanne, já que Heidemarie foi testemunha das mortes na creche.

O Presente FinalEditar

Durante todo caos ocorrendo em Toragay, Margarita iniciou o projeto do seu sétimo e último “Gift” para despertar completamente suas memorias que aos poucos foram retornando; O Sexto “Gift” que foi lançado na cidade espalha de forma escabrosa e o governo de Elfegor decretou a Policia Mundial para poder intervir na epidemia, então Bruno e os outros policiais construíram barricadas para impedir que mais pessoas de fora sejam infectadas. Depois de voltar de Aceid, Margarita continuou a planejar seu sétimo “Gift”

Para fugir da infecção, Rogzé e mais alguns sobreviventes se esconderam no porão da mansão Blankenheim já que lá o veneno obviamente não chega.

Confronto e Sono EternoEditar

MargaritaSuicide

Margarita toma seu Gift

Assumindo suas verdadeiras personas, Hanne e Heidemarie finalmente se mostram como Elluka e Gumillia. Correndo para o norte de Toragay, a dupla de magas se encontraram com os policiais tendo uma discussão com um homem que sabia como chegar na Margarita, Elluka e sua assistente então ajudaram o homem derrotando os policiais. Correndo para a mansão, a prefeita "Julia" deixou a dupla entrar, porém uma batalha começa contra Quarta Sombra que despista a Elluka por um tempo, só que é derrotada por Gumillia ao tentar fugir. Chegando até onde Margarita estava, as duas tentam impedi-la, porém a Princesa do Sono finalmente encontra seu descanso eterno tomando o sétimo “Gift”, deixando Toragay ser conhecida como “A Cidade Fantasma”.

Percepção CivilEditar

Devido à natureza inexplicável dos diversos óbitos, os habitantes de Toragay entraram em pânico, sem ser capaz de capturar a origem dos homicídios. As dimensões tomadas pelo incidente chamaram atenção internacional, já que temiam um possível surto fora de Elfegor. Depois da quarentena da Polícia Mundial e a cura ter sido descoberta pelo Dr. Rogzé, o surto do desastre foi controlado e a população se acalmou.

As investigações sobre o incidente foram mantidas secretas. A investigação de Hanne Lorre nunca foi acessada pelo público, deixando os envolvidos perdidos na história. As mortes foram atribuídas a uma "epidemia misteriosa".

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.